Qual a diferença entre a Astrologia Védica e Ocidental?

22/05/2018

 

Com o crescimento da internet muitas pessoas têm buscado mais detalhadamente e profundamente informações e ensinamentos sobre assuntos holísticos, filosóficos e esotéricos. Essa busca têm levado muitas pessoas a conhecer a Astrologia védica. 

 

Nascemos e crescemos acreditando ser de determinado signo. Mas ao nos depararmos com outro sistema de astrologia podemos ter a surpresa de pertencermos a um signo diferente. 

 

Veja também: Aprenda a Ler o seu Mapa Natal Védico em apenas 4 Passos

 

Afinal, o que produz essa diferença entre a Astrologia védica e ocidental se os planetas são os mesmos?

 

Diferenças entre Zodíaco Sideral e Tropical
Há algumas diferenças básicas entre os dois sistemas de Astrologia que modificam bastante a leitura astrológica no Mapa de um indivíduo.

 

A principal delas é a leitura do Céu a partir de um Zodíaco Fixo (Sideral) e a partir de um Zodíaco Móvel (Tropical) para definir o ponto de começo do Zodíaco. 

 

Na Astrologia Védica, o Zodíaco Sideral é Fixo, ou seja, os 12 signos do Zodíaco derivam de Constelações (grupos de Estrelas muito grandes). O Zodíaco é definido como o aparente  movimento do Sol através dessas Constelações. 

 

Nesse sistema, a posição dos planetas como Sol, Lua, etc é calculada com base onde eles estão no céu com relação à essas estrelas (relativamente) fixas no céu e que formam constelações. Na Astrologia ocidental o sistema é diferente pois usa-se o Sistema Tropical que tem base na orientação Terra-Sol que resulta no Equinócio e Solstício. 

 

Então, entende-se que o Sol está no grau zero de Áries, no Equinócio da Primavera. Assim, todos os outros planetas são ajustados a uma posição teórica baseada nas estações observáveis.

 

 Fonte

 

 

Como a diferença entre Zodíaco Sideral e Tropical afeta meu signo?

A diferença entre o Zodíaco Sideral e Tropical resulta numa lacuna de 23 graus entre os sistemas. Se, por exemplo, o Sol está no grau 24 de um signo na Astrologia Ocidental, no Mapa védico ele estará no grau 1. 

 

É comum, então na Astrologia Védica sermos
de um signo diferente da Astrologia Ocidental,
voltando um signo anterior.  Pode acontecer,
por exemplo, de se ter o Sol no signo de Câncer
e no Mapa Védico verificar que na verdade está
no signo de gêmeos.

 

Outra diferença marcante entre a Astrologia Védica e Ocidental é que a Astrologia Védica não considera os planetas Urano, Netuno e Plutão. Os rishis (sábios) da Era Védica declararam que os astros que não são possíveis enxergar a olho nu não têm influência expressiva sobre o planeta Terra.

 

Faz parte dos estudos da Astrologia Védica 9 planetas, sendo 7 deles visíveis no céu e 2 deles são os nodos lunares Rahu e Ketu que não são visíveis no céu. Esses 9 planetas são chamados de Navagrahas (do sânscrito, Nava significa Nove; graha significa Planeta). São eles: Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Rahu e Ketu.

 

Astrologia Védica é anterior à Astrologia Ocidental

A Astrologia védica antecede a Astrologia ocidental. Sua origem está nas escrituras do RigVeda (a parte mais antiga dos Vedas), que foi escrito por volta de 1700 - 1100 antes de Cristo. A Astrologia que conhecemos no ocidente teve origem com os gregos em torno de 280 - 160 antes de Cristo.

 

Veja também: Astrologia védica: o seu Manual de vida cósmico

 

Em sânscrito, a palavra para Astrologia é Jyotisha que significa "estudo da Luz". Esta ciência compreende o estudo de constelações (Nakshatras), Grahas (planetas), 12 signos (Rashis), 12 casas (Bhavas) e a radiação que eles emitem, bem como seus efeitos no planeta Terra e no Mapa Natal de um indivíduo.

 

Há diversos ramos dentro da Astrologia védica como Muhurta (seleção de datas auspiciosas para se começar algo), Nimitta (profecias e previsões), Jataka (Mapa Natal), entre muitos outros.

 

Além disso, há o detalhamento de cada aspecto da vida: casamento, filhos, riqueza, educação, através dos mapas divisionais sendo o D9 Navamsha, sendo o mapa divisional mais importante e consultado junto com o mapa principal para se ter a ideia completa de um indivíduo e predições sobre sua vida.

 

Existe um mapa certo ou errado?

Entre os profissionais dos estudos astrológicos acredita-se que não há sistema correto apenas leituras diferentes, a partir de sistemas diferentes. 

 

 

 

 

 

Compartilhe
Compartilhe
Please reload

banner-portal-vedico.png
Please reload

Please reload

Dr. Frawley sobre Ram Mandir: Uma vitória da Herança Espiritual de toda Humanidade

NaturalTech: feira que reúne marcas de produtos naturais e linhas indianas em SP

Amit Goswami, conheça o físico quântico que vem ao Brasil em abril de 2019

Estréia no Brasil filme sobre Vasant Lad, primeiro médico de Ayurveda no Ocidente

1/2
Please reload

7 Costumes Tradicionais da Índia que previnem Vírus, pelo jornalista Udaylal Pai

18 Apontamentos sobre Meditação, uma visão moderna da prática por Ashish Jain

1/3
Please reload