Conheça mais sobre o Ratha Yatra e Jaganatha, o Senhor do Universo


Ratha Yatra é um Festival que acontece anualmente na cidade de Puri, na Índia. Nesta ocasião, comemora-se o retorno do Senhor Jaganatha, que é uma das formas do Senhor Krishna, a Vrindavan - o local onde Krishna passou seus melhores momentos de infância.

Milhares de devotos acompanham em procissão três enormes carruagens pelas ruas de Puri, que levam Jaganatha, Balabhadra (seu irmão mais velho) e Subhadra (sua irmã mais nova) até o Templo Gundicha.

Por este motivo o evento é conhecido como o Festival das Carruagens.

A comemoração segue por nove dias, geralmente no mês de julho, quando as deidades retornam para seu templo de origem, o Jaganath Temple.

Veja também: Calendário 2018: Mahashivaratri é celebrado no dia 13 de fevereiro, terça-feira

Jaganatha, o Senhor do Universo

O nome Jaganatha é composto de "Jagat" que significa Universo e "Natha", que significa Senhor, mestre. Jaganatha significa então Senhor do Universo.

Esta forma de Vishnu consiste de um pilar de madeira com grandes olhos e cabeça que se funde com o peito. Não há pescoço, orelhas, membros, como nas representações de Krishna e Rama. Muitos acreditam que Ele representa o conceito de Brahman, o Princípio Universal, o Todo, o Deus na tradição Hindu.

Jaganatha, Balabhadra (seu irmão mais velho) e Subhadra (sua irmã mais nova) lindamente decorados.

Breve história da deidades

Existem muitas versões de como teve início a adoração a Jaganatha. A mais popular tendo sido registrada no Skanda Purana é a do Rei Indradyumna.

O rei de dinastia lunar Indradyuma, era um grande devoto do Senhor Vishnu. Ele teve um sonho onde conhecia Vishnu e partiu em busca de Neela Madhava ou a forma Azul de Vishnu nas montanhas de Nilachal.

No entanto, o grande Deus desapareceu antes mesmo que o rei pudesse alcançar as montanhas e se recusou a se manifestar naquela forma particular.

No entanto, Indradyuma foi instruído por Deus a esculpir Jagannatha, Balabhadra, Subhadra de um único tronco de madeira perfumada. A deidade deveria conter os símbolos que caracterizam Vishnu: a concha (sankha), o chakra, a maça (Gada) e a flor de lótus (padma).

Seguindo esta instrução, o artesão Vishwakarma ficou responsável pela missão de esculpir as deidades. A única condição que ele fez ao Rei foi a de que o trabalho deveria ser realizado às portas fechadas e ninguém deveria ver a criação antes da conclusão.

No entanto, o rei e sua esposa não puderam conter a curiosidade e tentaram espiar o trabalho. Viswakarma simplesmente desapareceu sem terminar o trabalho e, portanto, a forma ficou incompleta, sem mãos e pés.

O Rei ficou perturbado com o resultado e pediu ajuda a Brahma.

Brahma assegurou ao Rei que as imagens seriam deificadas e se tornariam famosas. Seguindo a instrução de Brahma, Indradyuma seguiu com a cerimônia e convidou todos os deuses para a ocasião. Brahma presidiu o cerimonial como sacerdote principal e trouxe vida (Alma) à deidade. Assim teve início à popular deidade adorada por milhares de devotos, em Jaganath Puri.

Veja também: 4 Ideias sobre Riqueza na tradição hindu que você precisa conhecer

Curiosidades

- As imagens de Jaganatha, Balabhadra e Subhadra são feitas de madeira de Neem (Nim) e são substituídas a cada doze ou dezenove anos em cerimonial por uma réplica idêntica.

- Acredita-se que as deidades originais estão em um lago próximo do Jaganath Temple

No Brasil

O Festival também acontece no Brasil em algumas capitais. No próximo domingo, (05/08/2018) ela acontecerá na Avenida Paulista em São Paulo, mais detalhes você pode conferir na seção Eventos no Br.

Imagem: Crédito

#festival #rathayatra #jaganath #jaganatha #Krishna #vrindavan #senhor #universo #templo #índia #védico #indiano #indradyuma #vishnu #paulista

banner-portal-vedico.png

Criado com wix template - Copyright © 2016 - 2020 Portal de Notícias e Estudos da Índia. Todos os Direitos Reservados