Pesquisa de Harvard revela: "Os benefícios da meditação permanecem ao longo do dia"


O sono é uma meditação inconsciente.

Meditação é um sono desperto!

Quando dormimos nosso corpo, mente e Ser é preenchido de energia vital que chamamos de Prana. E é por este motivo que quando acordamos de manhã, nos sentimos revigorados e pronto para mais um dia.

Na meditação, passamos pelo mesmo processo, mas de forma consciente, tirando a mente do mundo externo e voltando-a para dentro observando a respiração.

De início, a meditação parece um processo difícil: nossa mente e bio-memória, acostumada apenas com os estímulos do mundo exterior resiste em fechar os olhos e permanecer alguns minutos em contemplação interna.

Mas isto é apenas uma questão de reeducar a sua mente e bio-memória. É como voltar a exercitar-se depois de muito tempo parado: o primeiro dia de exercícios você sentirá desconforto ao correr, ao pegar peso; sentirá câimbra, dor nos músculos, afinal passou bastante tempo sem fazer estas atividades. Mas se você insistir, em uma semana, estará fazendo os exercícios com menos dificuldade, não é assim?

Da mesma forma acontece com a prática da meditação. De início você estará preocupado com desconforto no corpo físico, a perna dói, o pé coça, o olho treme. Não se perturbe com isto, apenas volte a atenção para respiração.

Conforme seu corpo vai se acostumando, agora é a vez da mente não lhe deixar meditar. É normal começar a pensar no que é preciso fazer ou alguém que vai chegar e atrapalhar a prática, divagações, dúvidas. Tudo isto são só pensamentos. Não se perturbe, apenas traga a atenção devolta para a respiração.

Conforme você pratica, você terá mais facilidade em permanecer mais tempo observando a respiração. E quando mais