Céu em Junho de 2019: entenda o alinhamento dos planetas e seus efeitos


gráfico do sistema solar

Previsões são uma parte importante no Jyotisha, a astrologia védica indiana. É possível prever – com base na transição e combinações dos Grahas (planetas) – eventos naturais como chuva, estiagem, marés, bem como períodos de tensão, períodos auspiciosos, etc.

Na Índia, os planetas são considerados centros de energia, com inteligência, sabedoria e características próprias. Eles interagem entre si em movimentos de puxa-empurra, relações de amizade, inimizade e neutra.

Em linguagem astrológica, o trânsito dos planetas em determinado período é chamado de Gochara, do sânscrito 'Go' que tem variados significados: estrela, sol, lua, céu; e 'Chara' que significa movimento, não-fixo, flutuante.

Junho de 2019 apresenta algumas combinações planetárias que, de acordo com os astrólogos, podem trazer tensões a nível mundial e individual. Abaixo compilamos alguns desses trânsitos e seus efeitos.

Veja também: Aprenda a ler o seu Mapa Natal Védico em apenas 4 passos

Marte e Rahu

O feroz graha Mangala (Marte) e Rahu ficarão no mesmo grau nos dias 13 e 14 de junho. O efeito deste alinhamento pode ser sentido dias antes e depois. Mangala (Marte) é o planeta da ambição, agressão, energia, guerra, liderança. Com Rahu, o planeta que representa o Nodo Norte lunar, Marte fica ainda mais enérgico e inquieto. Estes dois agentes de mudança estão no signo de Mithuna (Gêmeos).

Marte e Mercúrio