4 Erros que cometemos ao consumir cebola e alho em excesso


Vivemos em época de grandes mudanças e consciência alimentar. O Veganismo e vegetarianismo viraram assunto em destaque tanto nas mídias sociais, quanto nos meios de comunicação. O mercado para produtos isentos de ingredientes de origem animal cresce 40% a cada ano no Brasil.

Em meio a tantas novas informações sobre o problema da causa animal, muitos têm se voltado à Índia, país de tradição vegetariana, em busca de receitas e novos sabores.

O uso de especiarias como Açafrão-da-terra, curry, gengibre, cominho, entre muitas outras transformam, a culinária caseira em um verdadeiro hospital para mente e corpo. O uso de temperos sátvicos é responsável pela imunidade, saúde, força, estabilidade e clareza mental.

Veja também: Receita fácil de Curry de Vegetais para esquentar o inverno

No entanto, é preciso admitir que muitas receitas que encontramos em websites vegetarianos, vegans e indianos, a quantidade de temperos picantes, rajásicos e tamásicos*, como a cebola e o alho, é muito alta. (*Veja mais sobre Gunas ao final do texto).

Muitas dessas receitas, apesar de vegetarianas, podem desestabilizar principalmente o elemento Pitta Dosha podendo ser responsável por instabilidade na mente e sentimentos negativos.

Não é possível nos imaginar comendo uma cebola inteira e dois dentes de alho puros de uma só vez. A natureza fez estes alimentos de uma forma que eles não sejam consumidos rotineiramente como no caso de uma fruta, tomates, batatas, por exemplo.

No entanto, é isto o que muitas receitas adicionam ao refogado de seus pratos diários.

O que diz o Ayurveda sobre cebola e alho