Sânscrito - uma das línguas mais antigas da humanidade


Sânscrito significa 'aperfeiçoado' ou 'refinado'. É uma das línguas mais antigas (se não a mais antiga) criadas na humanidade. Ela teve início no subcontinente indiano, sendo o sânscrito védico sua forma mais antiga que data até 2000 anos a.C.

Ela é conhecida como a mãe de todas as línguas e ainda hoje integra a lista dos 22 idiomas oficiais da Índia. Ela é também a língua litúrgica (língua utilizada para compilar os ritos e cerimônias) do Hinduísmo, Budismo e Jainismo.

Os estudiosos do sânscrito explicam que há uma distinção entre o sânscrito védico e o sânscrito clássico que surgiu em seguida. No entanto, as duas variedades são muito similares. Elas diferem apenas em alguns pontos da fonologia, gramática e vocabulário.

Originalmente, o sânscrito não era considerado um linguagem separada, mas uma maneira refinada de falar, uma marca do status e educação, pois era estudado pelos brahmins. Existia junto ao sânscrito vernáculos falados chamados de Prakrits, que mais tarde se tornaram os idiomas indo-arianos modernos como hindi, begali, gujarati, etc.

Veja também: Sanatana Dharma - saiba mais sobre o verdadeiro nome do Hinduísmo

O sânscrito continuou a ser utilizado como primeira língua mesmo muito tempo depois de deixar de ser falado.

Na Índia e sudeste da Asia, o sânscrito tem um reconhecimento parecido com o do Latin e Grego no mundo ocidental. O sânscrito é tido como língua materna de milhares de pessoas na Índia e ao redor do mundo.

Como parte integral da tradição e filosofia hindu, o sânscrito é usado hoje como língua cerimonial nos rituais hindus e também é requerido em faculdades.

Sânscrito escrito