18 Apontamentos sobre Meditação, uma visão moderna da prática por Ashish Jain

 

 

1. O significado da Meditação

 

O que é Meditação? Você já executou um escaneamento ao reiniciar seu computador? O escaneamento é feito nos computadores para limpar o sistema de vírus e malwares. Após o escaneamento, o computador funciona melhor. Isto deve ser feito regularmente para que se tenha o computador funcionando suavemente, sem travar. Da mesma forma acontece com a meditação. A técnica de escanear sua alma interna é chamada Meditação.

 

2. O caminho correto

 

Nós podemos aplicar uma lógica similar ao corpo humano e mente. Podemos periodicamente escanear a nós mesmos e isto significa pausar para introspecção, dar tempo a si mesmo e limpar o próprio corpo. Com o passar do dia-a-dia, nós tendemos a acumular muitas toxinas, tanto físicas como mentais. Periodicamente, devemos nos livrar delas. 

 

Há quem ainda pratique a antiga técnica de jejuar, é uma boa maneira de limpar o corpo físico. No entanto, muitos o fazem como um ritual inconsciente. O verdadeiro processo do jejum deve consistir em reduzir ou parar a ingestão de alimentos e em refletir sobre a raiz do jejum em estado de introspecção. O jejum de personalidades espirituais indianas englobou todas essas características.

 

3. O Significado de concentração

 

A concentração é geralmente entendida como o foco profundo sobre um objeto. A concentração é indispensável não apenas para a sobrevivência, mas também para o sucesso em qualquer área da vida. Seja um cientista, um artista, funcionário de escritório ou trabalhador braçal, presidente de uma corporação, pais e mães, é preciso concentração mental para alcançar seus objetivos. 

Um arqueiro, por exemplo, deve se concentrar no alvo, o pescador no peixe, o orador no tema central de sua conversa, o músico nas notas musicais e o dançarino nos movimentos de sua dança.

 

Na meditação, devemos usar a concentração para focar em nossos processo de limpeza apenas. Por exemplo, quando o processo de escaneamento do computador está em andamento ele não pode processar outras informações, então por motivos práticos suas outras funções são deligadas.

 

Da mesma forma, quando fazemos nosso escaneamento interno, precisamos focar apenas em limpar o sistema tanto fisicamente como mental para que o corpo  e a mente melhorem e haja uma sensação geral de bem-estar.

 

4. O caminho da meditação

 

Assim que o corpo, a mente e alma sejam purificadas devemos mover para o próximo passo que é canalização de energia. Pessoas comuns pensam que elas são o seu frágil corpo, sem poder algum. Os Vedas dizem que as pessoas pensam dessa maneira porque não entendem o poder de seu próprio corpo, mente e alma. 

 

Nosso corpo trabalha em um sistema. Se você destravar o seu Eu Verdadeiro, então você vai entender os sistemas e leis das energias. Neste caminho, usamos a energia da meditação para ganhar auto-realização, assim como fizeram inúmeros santos indianos.

 

5. Primeiro passo da meditação

 

 
Apenas olhe esta imagem, é assim que se deve sentar e agora nós vamos guiá-lo a construir uma forte concentração. Apenas sinta seu corpo e foque em suas pernas por alguns minutos. Agora traga sua atenção para as partes superiores uma por uma. Por ora, você não precisa focar na respiração, pois hoje sua concentração na está forte. Agora olhe para frente e escolha algum ponto de uma parede. Foque neste ponto, lembre-se que não estamos ensinando, estamos guiando. 

 

Agora, se você acha que tem concentração o suficiente, então foque na respiração. Tenha calma, nenhuma polícia meditativa irá prendê-lo, continue focando na respiração até que você se torne um com ela.

 

6. Lei de Purusha e Prakriti

 

Agora, após focar na respiração sua mente ficará quieta e plena. Você pode experienciar explosões de energia por alguns segundos. Como lidar com isto? Usando a gratidão para ir além desta parede de energia, agradecendo a Mãe Terra por lhe dar a vida, agradecer o Sol, a árvores, etc. Lembre-se de que tudo isto são parte da natureza e não o indivíduo em si. Na Índia, isto é chamado de Purusha e Pakriti. Deixe me explicar esta Lei.

 

7. Lei de Purusha e Prakriti, continuação

 

Purusha significa Energia Cósmica. Esta energia cósmica está em todo lugar e é ilimitada. Prakriti é a natureza. A natureza não significa apenas a Terra, natureza é uma consciência que criou este universo todo incluindo estrelas e galaxias, etc. Nós chamamos de "Mãe Universal". Prakriti cria Mahad, Mahad cria Budhi, Budhi cria Ahamkara e Ahamkara cria Sattva, Rajas e Tamas. E estes três criam os cinco elementos e os cinco elementos criam a respiração. Veja na figura abaixo o mapa da respiração.

 

 

8. Respiração e sua conexão com os cinco elementos

 

Olhe esta imagem cuidadosamente, ela mostra os caminhos da sua respiração. Quando sua respiração atinge a ponta das narinas ela cria uma vibração na água e terra e, em seguida, no ar e espaço e, por fim, a respiração se mescla com o fogo. Este fogo também é conhecido como Kundalini Shakti. Este é o segredo do ritmo cardíaco. Nós usamos nossa respiração para criar uma vibração em todos os cinco elementos.

 

9. Passo 2: o segredo do batimento

 

Foque na respiração e traga sua atenção a este ponto da terra. Não tente controlá-la de modo algum. Agora, usando a respiração crie o som do mantra "Lam". Não tenha pressa, isto precisa de prática. O mantra funciona melhor quando iniciado desta maneira. Parece difícil mas pode ser feito.

 

Agora anote: os mantras que possuem o elemento terra são "Lam", o elemento água "Vam", o elemento fogo "Ram", o elemento ar "Yam" e por último o mantra "Hum". Entoe o mantra mentalmente ou pela boca, ou use a respiração para criar estas vibrações de uma maneira rítmica de forma que ele possa ativar Nanda, a música interna em nós.

 

10. Passo 3: Nanda

 

Agora foque em Nanda (plenitude). Sinta a mudança de energia que irá acontecer em seu sistema, agora alinhe-se com esta energia de plenitude. Permita que esta energia venha naturalmente. Esteja neste estado por alguns minutos.

 

11. Kundalini Shakti

 

Você pode sentir uma vibração a partir do umbigo e o chakra Muladhara pode se ativar. Foque na respiração, já que esta pode ser uma energia estranha a você. Continue observando odo o processo. Se houver um extremo calor isso significa que Kundalini Shakti está desperta e se movendo para cima, em direção da cabeça. Ao mover-se para a cabeça o chakra Sahasrara é desperto e você se sentirá tranquilo e relaxado. É comum sentir-se como se estivesse acima de todos os desejos do mundo e é comum ouvir o mantra 'Soham'.

 

Entoe este mantra mentalmente e seu chakra Sahasrara despertará mais do que antes. Você notará que Purusha (energia cósmica) existe em maior potência. Agora vamos para o passo final.

 

12. Passo final

 

Agora é preciso deixar de lado os 5 desejos da mente que são: 1) o 'Eu', as pessoas comuns vivem com a consciência corpórea mas agora você precisa largar este hábito e viver com a consciência da alma. 2) Julgamentos, nunca julgue ninguém, se sim você também será julgado. 3) Agora você pode criar coisas então use a lei de atração de forma sábia. 4) Ideologias não são permitidas, é preciso deixar de lado e por último, 5) Largue todas as expectativas, a energia cósmica cuidará de você de todos os lados. Agora, aprenderemos sobre os mudras.

 

13. Os Mudras

 

A palavra em sânscrito 'Mudra' significa gesto ou atitude. Os Mudras podem ser descritos como gestos psíquicos, emocionais, devocionais e estéticos. Iogues experienciam mudras como atitudes do fluir de energia. Eles fazem uma conexão entre Prana (força vital) individual com o fluir da energia cósmica universal. A escritura Kulanarva Tantra liga a a palavra Mudra à raiz mud (lama, barro).


Na índia, Mudra também é definido como  "sinal" ou "circuito de passagem". Mudras são uma combinação de movimentos físicos sutis que alteram o humor, atitude e percepção. Eles também aprofundam a atenção e concentração. Os Mudras podem envolver  corpo todo em uma combinação de ásana, pranayama, bandha, visualização e posição de mãos. 

 

14. Jnana Mudra e Chin Mudra

 

 

 

 

 

 

Veja a imagem em que se mostra Jnana Mudra, também conhecido como um gesto de sabedoria e Chin Mudra, o geso da Consciência. Foque em sua respiração e, enquanto medita, faça primeiro o Jnana Mudra para despertar o conhecimento e segure este mudra por 10 minutos.

 

Depois apenas reverta esta pose e ela se tornará Chin Mudra. Chin Mudra aumenta a consciência. Mantenha por 10 minutos. Use a combinação destes dois Mudras para criar equilíbrio entre conhecimento e consciência.

 

15. Yoni Mudra

 Este Mudra deve ser feito após Jnana Mudra e Chin Mudra, pois ele cria equilíbrio entre Ida, Pingala e Sushuma. Então entre em meditação e após Jnana e Chin Mudra por vinte minutos. Depois disso, faça este mudra por vinte minutos inteiros pois é um Mudra importante. Este Mudra está conectado com Ida, Pingala e Sushuma.

 

16. Nadis

 

Em adição aos sete chakras do corpo sutil, o Tantra descreve uma rede de canais sutis chamados de Nadis pelo qual a força vital (Prana) circula. Nadi significa 'corrente'. De acordo com o tratado de tantra Shiva Samhita, existem quatorze nadis principais. Destes, Ida, Pingala e Sishuma são considerados os mais importantes.

 

Ida é o canal esquerdo, que é branco, feminino, frio e representa a Lua e está associado a Ganga (rio Ganges). Este canal se origina no Muladhara e termina na narina esquerda. Pingala é o canal do lado direito, ele é vermelho, masculino, quente, representa o Sol e está associado ao rio Yamuna. Origina-se no Muladhara e termina na narina direita.

 

Sushumna é o canal central e está associado ao rio Saraswati. Dentro do Sushumna nadi existem mais três canais sutis: Vajra, Chitrini e Brahma nadi por meio dos quais a Kundalini se move para cima, percorrendo  corpo a partir do Muladhara até o chakra Sahasrara na coroa da cabeça. O Mudra yoni cria equilíbrio entre estes nadis.

 

17. Prana Mudra

 

Após fazer o Yoni Mudra coloque as mãos sobre as pernas em forma de copo (as mãos devem estar centralizadas, alinhadas com o umbigo) e sinta a energia entre as suas mãos. Ela pode estar quente já que contém partículas de impureza dos desejos sexuais, ego, luxúria, etc. É preciso purificá-la.

 

Verbalize que ela deve se tornar uma bola de energia e agora peça para ela se movimentar para o coração. Tente levantar esta bola e trazê-la para o chakra do coração. Agora segure este bola de energia, canalize amor, gentileza, paz, etc. Cheque como esta a energia. Se estiver quente coloque-a de volta na região do umbigo. Se estiver fria vá para o próximo passo. 

 

18. Prana Mudra, continuação

 

Agora, após a energia esfriar, mova-a para cima da cabeça e peça que ela flutue no ar acima de sua cabeça. Agradeça a energia. Abençõe a com amor. Logo você sentirá uma estranha energia em você e sentirá como se um raio de luz viesse do céu. Aproveite este movimento, lembre-se que o Prana tem sua própria consciência, então dependerá do Prana a duração da sua experiência. Então ela pode ser de 1 segundo ou de 1 hora. O Prana voltará ao seu umbigo se a experiência ainda não estiver madura para acontecer a você.


Do original: The Traditional Meditation in Vedas, Ashish Jain

Foto Inicial: crédito

 

 

Compartilhe
Compartilhe
Please reload

banner-portal-vedico.png
Please reload

Please reload

Dr. Frawley sobre Ram Mandir: Uma vitória da Herança Espiritual de toda Humanidade

NaturalTech: feira que reúne marcas de produtos naturais e linhas indianas em SP

Amit Goswami, conheça o físico quântico que vem ao Brasil em abril de 2019

Estréia no Brasil filme sobre Vasant Lad, primeiro médico de Ayurveda no Ocidente

1/2
Please reload