Zu Lai: um espaço da Filosofia Budista ao lado de São Paulo

28/06/2018

 

Existe uma polêmica religiosa na Índia a respeito de Gautama Budha ser, ou não, considerado um dos avatares do Senhor Vishnu. Avatar é um conceito hindu que se refere ao aparecimento material, ou encarnação, de uma deidade na Terra. 

 

Na lista dos 10 avatares de Vishnu, chamada Dashavatara (do sânscrito, Dasa, significa Dez; e Avatara significa avatar), o nono Avatar gera controvérsias. No Norte da Índia, o nono avatar é representado pelo Senhor Balarama. No estado de Odisha é representado por Jagannatha, em outros locais pela deidade Vithoba.

 

Entre hindus mais ortodoxos, acredita-se que, por Gautama Budha ter rejeitado a autenticidade das escrituras védicas, ele não pode ser ser considerado um dos avatares de Vishnu.

 

O fato é que Budha aparece em muitas representações do Dashavatara. Isso acontece porque muitos acreditam que, tanto aqueles que são de filosofia Astika (que aceitam a autoridade dos Vedas), quanto Nastika (não aceitam a autoridade dos Vedas) são extensão do vasto e compreensivo Sanatana Dharma.

 

Budha é a terceira deidade à direita. Os 10 avatares de Vishnu são: Matsya, Kurma, Varaha, Narasimha, Vamana, Parashurama, Rama, Krishna, (Balarama) ou Buddha, e Kalki.

 

Veja também: Sanatana Dharma - saiba mais sobre o verdadeiro nome do Hinduísmo

 

Polêmicas à parte, o Brasil é um local onde há muitos Templos Budistas bem perto das capitais, e que servem de opção para quem quer fugir das festividades populares como Copa do Mundo e Carnaval.

 

Confira abaixo uma breve introdução ao Templo Zu Lai, na cidade de Cotia, e como ir até o local de transporte público.

 

 

Templo Zu Lai: um espaço da Filosofia Budista ao lado de São Paulo

 

Templo Zu Lai existe há 26 anos na cidade de Cotia, que fica a uma hora de São Paulo, tendo seu início em 1992.

 

 

Zu Lai significa “aquele que assim foi/veio”, no entanto, o nome da ordem Budista a qual pertence o templo é Fo Guang Shan, que significa Montanha Iluminada de Budha.

 

 

 

Esta é uma ordem budista da China.

 

 

Bodhisattvas por todo o templo: seres que, movidos por grande compaixão tem o desejo espontâneo de atingir o mesmo status de Buda.

 

 

​A ordem foi fundada em 1967, tem o maior mosteiro da China e é uma das maiores instituições de caridade de Taiwan. É conhecida por divulgar o Budismo Humanista, uma filosofia budista moderna popular em Taiwan.

 

 

O local é cercado de muita área verde, pinheiros, flores, pássaros, muitos locais para sentar, meditar, refletir, jardim muito bem cuidado e lago.

 

 

Leões Foo, na entrada da sala de orações: são colocados na entrada de palácios e templos na China, sempre em pares, um macho e uma fêmea, com o leão macho à direita e a fêmea à esquerda refletindo a filosofia chinesa de Yin e Yang.

 

 

O templo possui ainda: um pequeno museu, restaurante vegetariano, cafeteria que oferece pães feitos pelos próprios residentes, playground, loja, estacionamento. Há aulas de Tai Chi abertas ao público gratuitamente.

 

Informações e horários

O Templo Zu Lai fica aberto para visitação:

De terça à sexta somente à tarde: das 12h às 17h.

Sábados, domingos e feriados manhã e tarde: das 9h30 às 17h.

Segundas-feiras: Fechado (mesmo se feriado).

 

Vale a pena passar o dia inteiro, sem pressa, no local.

 

Acesso ao Templo

É um dos locais religiosos mais fáceis de visitar, pois possui um ônibus fretado que sai todo domingo da Estação Liberdade de metrô direto para o local. 

 

A taxa é de R$ 15,00 (por pessoa), valor único para ida e volta (Liberdade / Templo Zu Lai e retorno).

 

Horário de saída do ônibus (Liberdade / Templo Zu Lai): 8h30

Local de saída do ônibus, na Liberdade: R. Dr. Rodrigo Silva, ao lado da loja Ikesaki próximo a Estação Liberdade do Metrô.

Horário de retorno do ônibus (Templo Zu Lai / Liberdade): 16h
 

Indo de ônibus metropolitano, a informação do templo é a seguinte:

 

Na Estação Butantã do Metrô (Linha Amarela) dirija-se ao ponto de ônibus que fica atrás da estação (na Praça Waldemar Ortiz). Utilize qualquer ônibus ou van com destino à Cotia. Descer no quilômetro 29 da Rodovia Raposo Tavares. Caminhe poucos metros no acostamento da via no sentido São Paulo até chegar à entrada da Estrada Fernando Nobre. Ande por cerca de 1km na Fernando Nobre, onde à sua esquerda estará o templo. Esta caminhada, ao todo, leva a média de 20 minutos.

 

Conheça o site oficial do Templo Zu Lai

 

Créditos da imagem: Fonte


 

Compartilhe
Compartilhe
Please reload

banner-portal-vedico.png
Please reload

Please reload

Dr. Frawley sobre Ram Mandir: Uma vitória da Herança Espiritual de toda Humanidade

NaturalTech: feira que reúne marcas de produtos naturais e linhas indianas em SP

Amit Goswami, conheça o físico quântico que vem ao Brasil em abril de 2019

Estréia no Brasil filme sobre Vasant Lad, primeiro médico de Ayurveda no Ocidente

1/2
Please reload

7 Costumes Tradicionais da Índia que previnem Vírus, pelo jornalista Udaylal Pai

18 Apontamentos sobre Meditação, uma visão moderna da prática por Ashish Jain

1/3